Macho, adulto, porte grande







O que deveria ser a oportunidade de um recomeço, no final das contas não passou de pesadelo. Este Pitbull até teve a chance de ser adotado, o problema é que a irresponsabilidade humana falou mais alto e em poucos dias ele estava novamente nas ruas. Rejeitado e maltratado, agora resta torcer por sua recuperação e claro, para que um dia ele de fato seja acolhido por alguém que mereça sua confiança.


Macho, adulto






Basta fazer um cafuné que ele fica todo manhoso. Não dá para imaginar como alguém pode ter sido capaz de abandoná-lo, mas foi o que aconteceu. Ele está totalmente saudável e agora só o que precisa é de um lar, um verdadeiro lar! Você pode ajudá-lo?

Fêmea, adulta






Como forma de proteção, a gatinha procura ficar em seu cantinho, isolada dos demais. Depois de tanta rejeição, o que ela mais precisa é de alguém que cuide, dê amor e carinho. Quem se dispõe a acolher esta gatona?

Macho, filhote






Diversão não falta quando ele está por perto. O bichinho corre, pula e claro, dá várias mordidinhas. Apesar de tanta energia e alto-astral, sofrimento é o que não falta em sua vida, a começar pela falta de um lar. Alguém pode acolher este meninão?

Macho, porte médio, adulto






Beleza não lhe falta e, infelizmente, sofrimento também não. Rejeitado por sua ‘família’, o bichinho passa os dias esperando alguém que possa acabar com sua tristeza e finalmente adotá-lo. Você pode ajudar este simpático cãozinho?

Macho, filhote








Ele sequer conseguiu saber como é a sensação de ter um lar. O cãozinho foi abandonado e agora está à espera de alguém que possa aceitá-lo como companheiro. Quem pode dar uma chance a ele?


Macho, adulto







Depois que foi abandonado, este gato passou a enxergar de uma forma diferente. Ele possui deficiência em um dos olhinhos, mas nada que o faça perder o encanto. É preciso que o bichinho seja acolhido por alguém que tenha condições de cuidar de sua saúde e principalmente dar muito amor. Quem aí pode adotar este gatinho especial?

Macho, porte médio, adulto



 




Este cãozinho é doce como um chocolate, não é à toa que seu apelido é Chokito. Ele foi atropelado, chegou à Zoonoses com fratura exposta e infelizmente ficou com uma cicatriz na perna – mas nada que atrapalhe seu encanto. O animal que antes vagava pelas ruas está agora no canil, à espera de alguém que o aceite como ele é, e claro, dê muito amor e carinho!

 

Juventude PG

PG Notícias

 Zoonoses-PG | SESAP - Secretaria de Saúde Pública | Departamento de Criação e Publicidade | Departamento de Comunicação Social
Desenhado por Web2feel.com | Adaptado por Lasantha - Premiumbloggertemplates.com | Affordable HTML Templates